Liderança

O Case Afya. Gestão de Clima que dá certo.

O Case Afya. Gestão de Clima que dá certo.

6 minutos A Afya Educacional (www.afya.com.br) é um dos nossos clientes de Engajamento e Clima e na pesquisa desse ano de 2020 eles tiveram um desempenho excelente, acima do esperado para uma empresa que já possui resultados muito bons. Conversamos com Denis Del Bianco, VP Gente, Gestão e Serviços e Michelle Wizenberg Dentes, Gerente de Desenvolvimento Organizacional e Cultura, sobre como fazem o  trabalho de gestão de clima e construção de ações pós pesquisa e eles muito gentilmente compartilharam conosco suas ideias e processos. Confira abaixo: Continue lendo

Como envolver os colaboradores: os 10 mandamentos do engajamento

Como envolver os colaboradores: os 10 mandamentos do engajamento

9 minutos Imagine que você é o gestor de uma equipe que está pouco engajada no trabalho e que você precisa envolver os colaboradores para conseguir aquele “algo mais”, aquele esforço extra necessário para finalizar um projeto ou trabalho. Antes de apresentarmos dicas que podem tirá-lo desse aperto, queremos ressaltar um alerta em especial, que serve para qualquer tipo de relacionamento: sempre tenha e demonstre um interesse genuíno pelo desenvolvimento dos que estão próximos à você.  Seja a equipe, a esposa, o marido, o Continue lendo

Da pesquisa de clima organizacional à gestão do engajamento: confira entrevista com especialista na área

Da pesquisa de clima organizacional à gestão do engajamento: confira entrevista com especialista na área

6 minutos Apresentamos neste post entrevista com Christiane Molina, gerente de consultoria da Carvalho e Mello. Especialista na área, ela apresenta os benefícios da aplicação regular de uma pesquisa de engajamento e explica os processos que devem acontecer após o levantamento. Segundo ela, a pesquisa deve ser seguida de um bom plano de ação. Ao final, você confere conselhos valiosos para quem deseja fazer do engajamento um assunto importante entre colaboradores, equipes e gestores na empresa. P: Que benefícios uma empresa tem quando implementa uma Continue lendo

O trabalho remoto, a retomada e a qualidade das relações.

O trabalho remoto, a retomada e a qualidade das relações.

4 minutos Bastou que Google, Facebook e companhia lá do Vale do Silício anunciarem que continuarão com o home-office pelo menos até 2021, para que alguns leitores de manchete dissessem que estava decretado o novo normal: 50% do pessoal trabalharia em casa enquanto a outra metade desafortunada, penaria indo para os escritórios. Será? Duvido muito. E como me incomoda quando ouço ou leio a expressão “novo normal”, pois, apesar de achar que o que estamos fazendo hoje em termos de relacionamentos organizacionais não tem nada Continue lendo

A AUTONOMIA versus o microgerenciamento

A AUTONOMIA versus o microgerenciamento

1 minuto O microgerenciamento é um copo de veneno que está na mesa de todos nós gestores, do qual, de vez em quando, tomamos um prazeroso gole, que nos faz sentir importantes, imprescindíveis e amados.  Em outras palavras, é uma droga! Os antídotos são a delegação (sua) e a autonomia (da equipe). Não é fácil se desvencilhar daquilo nos dá prazer, você vai precisar de método e consistência. Veja a seguir algumas dicas, usando a abordagem direta do Management 3.0 / Happy Melly para Continue lendo

Vamos falar sério sobre engajamento?

Vamos falar sério sobre engajamento?

16 minutos Ou… Tudo que você queria saber sobre engajamento e não tinha para quem perguntar! Alguns avisos gerais antes de você entrar de vez na leitura. Estamos nos referindo aqui a pessoas. Não estamos falando daquele povo que aparece feliz e saltitante nas imagens de equipes em blogs, estamos falando de gente real, que às vezes levanta de mau-humor e mesmo assim vai para a empresa e entrega além do que foi contratado. Aquela imagem idílica é uma farsa que nos acostumaram a Continue lendo

Pesquise o engajamento de seus colaboradores em home-office.

Pesquise o engajamento de seus colaboradores em home-office.

2 minutos Ouvir os colaboradores não é mais uma opção, é mandatório. Dia 31 de março deste ano (parece que faz tanto tempo!) escrevemos este artigo abordando a necessidade reajustar a nossa maneira de ouvir os colaboradores e até disponibilizamos aqui um questionário para que as empresas utilizassem como base para suas pesquisas. E muita, mas muita coisa mudou de 31 de março para cá. Aquilo que era uma experiência diferente virou a rotina e a necessidade de se ouvir, entender e se aproximar dos Continue lendo

Diagnósticos e ferramentas para o RH enfrentar os desafios da retomada

Diagnósticos e ferramentas para o RH enfrentar os desafios da retomada

menos de 1 minuto A prioridade número um de todos nós no enfrentamento dos efeitos da COVID-19 é garantir a saúde daqueles que nos cercam, num enorme desafio humanitário que cremos e esperamos, não ocorra novamente nesta geração. Sabemos que os impactos destes dias serão sentidos por um bom tempo, tanto nas pessoas quanto nas instituições e empresas que reaprenderão a operar e criar valor para a sociedade de outras maneiras. Isso é mais que “simplesmente business”, é imperativo. Para que os dias melhores Continue lendo

Precisamos ajustar a maneira de ouvir os colaboradores

Precisamos ajustar a maneira de ouvir os colaboradores

3 minutos As coisas mudaram. E muito. A incerteza aumentou, as equipes ficaram mais dispersas, com menos contato pessoal, mais autônomas e não necessariamente mais produtivas. Ainda não temos dados concretos mas estima-se que 95% das empresas nos grandes centros terão equipes de back-office trabalhando em casa, trazendo desafios enormes na gestão de acessos a servidores, segurança de informação sensível, tráfego de dados e principalmente, gestão de pessoas. Em nossas conversas com alguns clientes sobre a decisão de continuar, mudar o foco ou postergar Continue lendo

O Engajamento e o teste da Mega-Sena

O Engajamento e o teste da Mega-Sena

3 minutos Pense comigo: quantas pessoas na sua empresa podem ser chamados de ENGAJADOS? Sim, engajados. Aqueles que têm orgulho da empresa e do trabalho que fazem lá, querem continuar, recomendam, sentem-se psicologicamente seguros naquele ambiente e contribuem para que a empresa seja melhor a cada dia. E então, qual o percentual de pessoas assim aí na sua empresa? Menos de 10%? 30%? 50%? Se eu me basear nas pesquisas e diagnósticos de engajamento que aplicamos há mais de 15 anos, posso garantir que Continue lendo