Liderança

Reter talentos: a cultura da empresa e o engajamento de colaboradores como vantagens competitivas

Reter talentos: a cultura da empresa e o engajamento de colaboradores como vantagens competitivas

5 minutos Você pode usar a cultura da sua empresa e o nível de engajamento dos seus colaboradores como sua grande vantagem competitiva para reter talentos. Vou te explicar melhor. As pequenas e médias empresas de hoje têm um desafio imenso: se veem nadando contra todas as forças para continuar a ser relevantes no mercado em que atuam. Encaram desafios como a automação, os fluxos de capital ultradirecionados e muita gente jovem orientada por objetivos e com formação às vezes duvidosa. Não é fácil Continue lendo

Três formas de se aumentar a produtividade de equipes e colaboradores, com base em dados

Três formas de se aumentar a produtividade de equipes e colaboradores, com base em dados

12 minutos O principal papel do gestor nos dias atuais é garantir que sua equipe se sinta engajada com o que faz no ambiente de trabalho. Podemos dizer que a gestão é a interface que se encontra entre os objetivos profissionais e pessoais de um colaborador e o seu desenvolvimento na empresa. Neste artigo, mergulhamos no grande banco de dados que temos na Carvalho e Mello após anos de pesquisa de engajamento e clima com colaboradores de diferentes empresas. O objetivo é determinar os Continue lendo

Descobrindo o verdadeiro ROI do engajamento

Descobrindo o verdadeiro ROI do engajamento

2 minutos Empresas que investem em colaboradores engajados descobrem um retorno positivo no clima organizacional. É um lucro coletivo representado pelos valores que as equipes agregam à organização quando se sentem comprometidas e motivadas no ambiente de trabalho. Mas como aumentar o retorno sobre o investimento – ROI – do engajamento? O primeiro aspecto que influencia o ROI do engajamento é o que chamamos de “aquisição”. Uma organização que possui uma cultura organizacional bem definida e clara deve contratar colaboradores que se identificam com Continue lendo

Pare de gerenciar Millennials, Geração Y, Z e coisas do tipo

Pare de gerenciar Millennials, Geração Y, Z e coisas do tipo

2 minutos A pergunta que sempre me faço é: quem é que profetizou que os comportamentos e expectativas das pessoas no trabalho devem ser agrupados em grupos geracionais como Millennials, Geração Y, Z? De que base científica veio isso? Nenhuma, tenha certeza disso. A diferenciação das gerações ajuda pesquisadores a classificar cada período histórico de acordo com seus principais eventos e inovações. E ponto. Aí um consultor-guru diz que devemos tratar os “Millennials” de uma determinada maneira, pois eles estão conectados ao “propósito”, como Continue lendo

A “experiência do colaborador” e seu impacto nos números da empresa

A “experiência do colaborador” e seu impacto nos números da empresa

2 minutos Precisamos falar sobre os impactos da “experiência do colaborador” nos números finais de uma empresa e sua relação com o engajamento e o clima organizacional. O motivo é simples: tudo que um colaborador encontra, desde o dia de sua contratação até o momento em que seu vínculo é finalizado, impacta diferentes partes do negócio. Estamos falando de ROI – retorno sobre investimento, faturamento, rotatividade, lucratividade e por aí vai… Vamos tomar como exemplo a rotatividade: um estudo nos Estados Unidos, realizado pela Continue lendo

Efeito IKEA: o colaborador como peça importante na cultura organizacional

Efeito IKEA: o colaborador como peça importante na cultura organizacional

3 minutos Você já ouviu falar do Efeito IKEA? Pois bem, o efeito IKEA é um viés cognitivo que descreve um aspecto fascinante do comportamento humano, fruto de um estudo dos pesquisadores Michael Norton, Daniel Mochon e Dan Ariely, nos Estados Unidos. Ele parte da seguinte premissa: quando uma pessoa exerce um papel importante ao construir um produto, ela tende a reconhecer um valor ainda maior neste mesmo produto quando ele se torna finalizado. A ideia do Efeito IKEA, cujo nome é inspirado na Continue lendo

Dezesseis temas que colaboradores gostariam de avaliar sobre seus gestores

Dezesseis temas que colaboradores gostariam de avaliar sobre seus gestores

2 minutos Como diz o ditado, pessoas mudam “de chefe, não de empresa”. A forma como um indivíduo lida com seu gestor é um dos drivers fundamentais do engajamento dentro de uma organização. A dinâmica desse relacionamento impacta de maneira importante a produtividade e o senso de pertencimento. Neste artigo, reunimos temas que percebemos que colaboradores gostariam de avaliar sobre seus gestores. É por causa deste driver importante que a sua pesquisa de engajamento e clima precisa abordar muito bem os aspectos do dia Continue lendo

O que você mais odeia num colega de trabalho?

O que você mais odeia num colega de trabalho?

2 minutos Na pesquisa “Qualidade dos Colegas de Trabalho” que conduzimos, mais de 76% dos respondentes apontaram a “Honestidade” como sendo a qualidade da qual mais se lembram em um bom colega de trabalho. Esta foi uma pergunta forçada, onde apresentamos 20 possíveis qualidades para que a pessoa apontasse até 5. Se juntarmos à “Honestidade” as outras qualidades mais apontadas (profissionalismo, comprometimento, confiabilidade, trabalho em equipe e senso de humor) temos a fórmula para a convivência construtiva entre pessoas. Não dá para duvidar que Continue lendo

Mitos do engajamento e os fatos por trás deles

Mitos do engajamento e os fatos por trás deles

3 minutos Quando se fala em engajamento, muita gente desinformada reproduz certezas que no fundo não passam de visões erradas do verdadeiro significado de se estar engajado dentro de uma organização. Por isso, reunimos aqui sete mitos que existem ao redor da cultura do engajamento. Evidente que, além dos mitos do engajamento, mostramos também os fatos por trás deles. Confira: Mito: engajamento é sinônimo de trabalhar de forma mais dura Fato: Engajamento é o vínculo emocional formado entre colaborador e empresa que o faz Continue lendo

Empresas, Adultos, Crianças e Brinquedos – como perceber a maturidade de gestores e equipes

Empresas, Adultos, Crianças e Brinquedos – como perceber a maturidade de gestores e equipes

3 minutos Como perceber a maturidade de gestores e equipes? Em um post anterior, tratei dos comportamentos adultos e comportamentos imaturos nas empresas. Como estamos falando de crianças, vale a pena falar também de brinquedos. Partimos da premissa que, se tratarmos uma pessoa como criança, ela vai se portar como criança, e se dermos um brinquedo para ela brincar, ela vai brincar. É o que acontece com a infinidade de aplicativos e programinhas que algumas empresas jogam nas mãos de seus colaboradores para “aumentar Continue lendo