Oito práticas para aumentar a participação de colaboradores na pesquisa de clima

Tempo de leitura: 3 minutos

aumentar a participação de colaboradores na pesquisa de climaMuitas vezes, o setor de recursos humanos se empenha em desenvolver um projeto para medir o clima e engajamento dentro de sua empresa. Após a aplicação, no entanto, descobre que a taxa de resposta foi baixa e precisa aumentar a participação de colaboradores na pesquisa de clima. O que deu errado? Por que tão poucos funcionários responderam ao questionário? Descobrir que o envolvimento está baixo é um problema comum, especialmente quando se lança pela primeira vez um cronograma de diagnóstico organizacional. 

Este problema, porém, pode ser contornado com um conjunto de boas práticas a serem seguidas durante a implementação do projeto. Neste artigo, nós listamos as oito melhores que ajudam a aumentar o envolvimento na pesquisa.

  1. Contar com o apoio da alta diretoria

É essencial que o corpo executivo da empresa dê suporte ao projeto. Mais do que isso: é importante que o CEO, por exemplo, comunique dentro da organização a importância da pesquisa, seja por um email, anúncio em reuniões ou artigo no veículo interno de comunicação.

  1. Envolva os gestores

Todos os gestores da empresa devem saber o porquê da pesquisa e o quanto ela é um passo para impactar positivamente o engajamento das equipes. Eles precisam estar cientes de que receberão os resultados e precisarão desenvolver um plano de ação. Sabendo que contará com os dados gerados pelo projeto, é mais provável que um gestor encoraje ainda mais a participação de seus colaboradores.

  1. Expresse a confidencialidade da pesquisa

O medo de falar sobre o próprio ambiente de trabalho é uma realidade comum entre colaboradores que participam de uma pesquisa de clima. Por isso, é importante ressaltar o caráter completamente confidencial dos dados que são gerados. Neste sentido, fazer uso de uma consultoria independente, atuando como apoio do setor de RH da empresa, costuma passar mais confiança aos participantes.

  1. Questionários curtos

Apesar de ser difícil limitar o número de questões em função da quantidade de perguntas que líderes desejam ver respondidas, é recomendável não usar questionários muito longos para aumentar a participação de colaboradores na pesquisa de clima.

  1. Poucas perguntas abertas

Perguntas abertas são ótimas para entender o pensamento do colaborador em sua essência mais profunda. No entanto, uma pesquisa com muitas questões deste tipo tende a não ser bem recebida. Use perguntas abertas somente nas questões mais primordiais, convidando a uma reflexão precisa sobre a empresa.

  1. Prometa divulgar os resultados

Comunique aos colabores que os resultados da pesquisa será de amplo conhecimento, assim como seu desdobramento em planos de ação a favor do aumento do engajamento. Entender que o projeto terá um resultado prático ajuda o indivíduo a se tornar mais envolvido.

  1. Forneça o tempo necessário e use lembretes

É importante fornecer aos colaboradores uma pausa para que o questionário seja respondido, seja online ou em papel. Em um projeto de pesquisa que envolva duas semanas, programe alertas para lembrar aqueles que ainda não responderam.

  1. Não abuse de perguntas demográficas

Quanto menos o colaborador se sentir identificado pessoalmente na pesquisa, melhor. Por isso, evite perguntas que envolvam “gênero”, “idade” ou “tempo de casa”.

Estes são os oito pontos cruciais para se implementar um projeto com grandes chances de resultar em uma alta participação de colaboradores.

Precisa de apoio para conquistar os melhores resultados em seu diagnóstico organizacional? A Carvalho e Mello está à disposição para ser seu braço-direito. Confira nossos diferenciais para implementação de uma pesquisa de clima

a pesquisa carvalho e mello e as outras

 



Nosso site: carvalhoemello.com.br
Pesquisa de Clima Organizacional
Avaliação de Desempenho e Competências
Contato – Fale com a gente
Ilustração do post por www.Vecteezy.com

1 comentário


  1. Bom dia Álvaro,

    Gostei do artigo embora não se direcione à nossa (portuguesa) realidade, é bastante esclarecedor.
    Entendo o propósito do mesmo e acredito que se conseguisse valorizar mais a importância da participação individual melhores seriam as respostas.
    A minha sugestão para participação seria estabelecer metas de recompensa, como por exemplo.
    Se participarem 90% ou mais a direção oferecerá no dia 8 de Março uma tarde de convívio com os comes e bebes!
    Se participarem 75% ou mais a direção oferecerá só a tarde de convívio com os comes e a bebida e a musica ficam por conta dos participantes e por ai a fora!
    Participação inferior a 50% pode levar a uma tarde de reflexão sobre os resultados…
    Encerro com um abraço e votos de muito êxito nesse V/ trabalho e expresso mais uma vez como fiquei contente em voltar a encontra-lo!
    Excelente dia!!!

    Sérgio

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *